Bovespa firma-se no vermelho pressionada por Vale

segunda-feira, 10 de abril de 2017 11:44 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa firmava-se no vermelho nesta segunda-feira, com as ações da Vale entre as maiores pressões negativas, seguindo o recuo dos preços do minério de ferro à vista na China, e com os papéis da Petrobras reduzindo o fôlego do começo da sessão.

Às 11:41, o Ibovespa caía 0,31 por cento, a 64.397 pontos. Mais cedo, na máxima, subiu 0,5 por cento.

O volume financeiro do pregão era de 1,26 bilhão de reais.

Investidores também seguem monitorando desdobramentos relacionados à reforma da Previdência no Brasil e a evolução do quadro geopolítico no exterior.

Em nota a clientes, a consultoria Arko disse que a recente movimentação proativa do governo e o envolvimento direto do presidente Michel Temer devem ser suficientes para a aprovação da proposta.

A equipe da Verde Asset Management, contudo, enxerga "com bastante preocupação os sinais vindos de Brasília nas últimas semanas" em relação à reforma, citando, entre outros fatores, que "o conteúdo da reforma tem sido sistematicamente aguado".

Também repercutia no pregão desta segunda-feira pesquisa Focus com nova queda na expectativa para a taxa básica de juros no final deste ano e o recuo do IGP-M na primeira prévia de abril.

DESTAQUES   Continuação...