Índices europeus têm estabilidade; Stada avança após proposta de aquisição

segunda-feira, 10 de abril de 2017 13:50 BRT
 

LONDRES/MILÃO (Reuters) - A atividades de fusões e aquisições entre as farmacêuticas direcionou os mercados europeus nesta segunda-feira, que terminaram praticamente estáveis, com o Banco Popular atingindo mínima recorde depois de dizer que vai levantar mais capital.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,1 por cento, a 1.501 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 terminou estável. A cautela nos mercados globais aumentou nas últimas semanas com a aproximação da temporada de resultados do primeiro trimestre e dúvidas sobre o estímulo fiscal nos Estados Unidos.

"Os mercados continuam tendo dificuldades para sair de suas faixas de variação", disse o gerente de fundos da JCI Capital Alessandro Balsotti. "Nas duas últimas sessões, não faltaram potenciais gatilhos políticos, monetários e econômicos, mas o efeito sobre as várias classes de ativos não foi significativo."

O STOXX avançou apenas 0,1 por cento nas últimas sete sessões --uma desaceleração significativa ante a alta acentuada após a eleição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Nesta segunda-feira, a farmacêutica alemã Stada saltou 11 por cento, atingindo nova máxima. A empresa disse que decidiu apoiar uma oferta da Bain Capital e da Cinven de 66 euros por ação, avaliando a empresa em cerca de 5,32 bilhões de euros.

"Acreditamos que isso é muito generoso para os acionistas da Stada e recomendamos que aceitem a oferta", disse o analista de ações da Jefferies James Vane-Tempest.

Enquanto os papeis de serviços financeiros registraram os maiores ganhos, os bancos ficaram entre as ações com pior desempenho.

O Banco Popular da Espanha caiu 9,6 por cento depois que seu presidente disse que o banco estava avaliando uma segunda alta de capital para limpar seu balanço, que contém ativos imobiliários tóxicos, e que uma fusão é possível.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,01 por cento, a 7.348 pontos.   Continuação...