11 de Abril de 2017 / às 17:08 / em 6 meses

Dialog Semiconductor recua e bancos pressionam principais índices europeus

LONDRES (Reuters) - A queda acentuada nas ações da Dialog Semiconductor, fornecedora da Apple, dominou os principais índices acionários europeus nesta terça-feira, que ficaram praticamente estáveis com uma semana mais curta por feriado e a aversão ao risco impedindo os investidores de fazerem grandes apostas.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,01 por cento, a 1.501 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,02 por cento, a 381 pontos.

A alta nos setores de bens de luxo compensou a fraqueza nas ações de fabricantes de chips e de financeiras. Vendas trimestrais melhores do que o esperado da LVMH levaram as ações da maior produtora de artigos de luxo do mundo para uma nova máxima.

Os mercados europeus têm tido pouca variação neste mês, com as tensões políticas crescentes no Oriente Médio e na Coreia do Norte e cautela antes da temporada de resultados.

O setor de tecnologia teve o pior desempenho nesta sessão, com o subíndice das principais empresas de tecnologia europeias recuando 1,2 por cento. As perdas foram lideradas pela Dialog Semiconductor, que recuou 14 por cento depois que uma corretora alemã disse que a empresa corre o risco de perder os negócios com a Apple.

A corretora Bankhaus Lampe reduziu a avaliação da fabricante de chips para “vender” de “comprar”, alertando que a Apple pode estar desenvolvendo seus próprios chips de gerenciamento de energia, que a Dialog Semiconductor fornece.

“Nós ouvimos da indústria que cerca de 80 engenheiros da Apple já estão trabalhando em um chip de gerenciamento de energia, com planos específicos para empregá-lo nos iPhone até 2019”, disseram analistas da Bankhaus Lampe em nota.

As ações de bancos caíram 0,7 por cento, com o Banco Popular tendo queda de 9,7 por cento e atingindo novas mínimas. Na segunda-feira, o banco disse que estava considerando uma outra alta de capital para limpar seu balanço e que avaliará um acordo de fusão.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,23 por cento, a 7.365 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,50 por cento, a 12.139 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,11 por cento, a 5.101 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,46 por cento, a 20.109 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,21 por cento, a 10.416 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,06 por cento, a 4.966 pontos.

Por Kit Rees e Danilo Masoni

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below