Wall St recua com risco geopolítico abalando confiança de investidores

terça-feira, 11 de abril de 2017 18:45 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - As ações norte-americanas recuaram nesta terça-feira, mas fecharam longe das mínimas da sessão, com preocupações sobre os riscos geopolíticos arrastando para baixo a confiança dos investidores que se prepararam para o início da temporada de balanços nos Estados Unidos.

O índice Dow Jones caiu 0,03 por cento, a 20.651 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,14 por cento, a 2.353 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,24 por cento, a 5.866 pontos.

As preocupações levaram os investidores a aplicar em ouro e outros ativos considerados seguros, elevando o índice de volatilidade CBOE, uma espécie de "medidor de medo" de Wall Street, que fechou acima de 15 pela primeira vez desde o dia da eleição.

"O risco geopolítico é o ponto focal agora", disse Quincy Krosby, estrategista de mercado da Prudential Financial em Newark, Nova Jersey.

A temporada de balanços começa nesta semana com os resultados de vários bancos. O setor financeiro, com queda de 0,3 por cento, teve a pior perfomance do dia.

As ações do setor de tecnologia recuaram 0,4 por cento e deram a principal contribuição para a queda do mercado.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos disse que aviões de guerra do governo sírio derrubaram bombas de barril em áreas mantidas por rebeldes na província de Hama nesta terça-feira, um dia depois que os Estados Unidos disseram que o uso dessas bombas poderia levar a mais ataques na Síria.

Trump ordenou um ataque a mísseis no país destruído pela guerra, na semana passada, em resposta a um ataque de gás que seu governo culpou às forças do governo sírio. A ação colocou os EUA em posição contrária à Rússia, que apoia o presidente da Síria, Bashar al-Assad.

(Por Caroline Valetkevitch)

((Tradução Reuters São Paulo 5511 5644-7757))

REUTERS LGG RBS