Em safra de cana estável, usinas do centro-sul impulsionam produção de açúcar

quarta-feira, 12 de abril de 2017 11:19 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As usinas do centro-sul do Brasil processaram 7,96 milhões de toneladas de cana na segunda quinzena de março, encerrando a temporada 2016/17 com um volume de 607,14 milhões de toneladas esmagadas, volume 1,7 por cento abaixo do registrado na temporada anterior, informou nesta quarta-feira a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

Já o volume de açúcar total recuperável (ATR), que mede efetivamente a quantidade de matéria-prima disponível para fabricação de açúcar e etanol, subiu 0,19 por cento na temporada, atingindo 80,77 milhões de toneladas.

Neste cenário de estabilidade, o relatório de fechamento da safra confirmou a tendência de um maior foco das empresas na produção de açúcar, mais rentável, em detrimento do etanol.

A produção de açúcar na última quinzena de março atingiu 270 mil toneladas, encerrando a temporada com um volume acumulado de 35,63 milhões de toneladas, alta anual de 14,1 por cento.

Por outro lado, a produção de etanol na última quinzena alcançou 327 milhões de litros, totalizando 25,65 bilhões de litros em 2016/17, recuo de 9,1 por cento na comparação com 2015/16.

Pelo calendário oficial da Unica, a safra começa em 1º de abril e termina em 31 de março.

LARGADA MAIS LENTA

Na prática, a última quinzena de março já é um aquecimento para a nova safra, uma vez que as usinas começam a retomar atividades após o período de entressafra, na qual realizam manutenção de maquinário e têm as condições de colheita limitadas pelas chuvas de verão.   Continuação...