Mercados acionários chineses recuam com alerta de regulador contra especulação

segunda-feira, 17 de abril de 2017 07:40 BRT
 

XANGAI/TÓQUIO (Reuters) - Os principais índices acionários da China caíram nesta segunda-feira, com os investidores se desfazendo de ações em todos os setores depois que o principal regulador do país prometeu combater a má conduta nos mercados.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,19 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,75 por cento.

Mais de 100 ações caíram no limite permitido de 10 por cento, o que tem sido raro nos últimos meses.

O presidente da Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China, Liu Shiyu, pediu às bolsas de valores no fim de semana que "combatam firmemente o comportamento que perturba a ordem do mercado e para que não sejam lenientes de forma alguma".

No restante da região, os mercados acionários apresentaram queda em sua maioria, após dados econômicos fracos dos Estados Unidos afetarem a confiança dos investidores, já desgastada pelas preocupações com a Coreia do Norte e as eleições francesas.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha queda de 0,17 por cento às 7:38 (horário de Brasília).

O índice japonês Nikkei chegou a cair 0,6 por cento e atingir a mínima de cinco meses na sessão, mas encerrou com alta de 0,11 por cento.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,11 por cento, a 18.355 pontos.   Continuação...