Bancos amparam recuperação da Bovespa em dia com vencimento de opções

segunda-feira, 17 de abril de 2017 11:08 BRT
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa operava no azul nesta segunda-feira, em uma tentativa de recuperação após cair ao menor patamar em três meses no último pregão, com as ações de bancos exercendo a principal influência positiva, embora investidores sigam cautelosos com os desdobramentos das delações no âmbito da operação Lava Jato.

A primeira parte do pregão é marcada ainda por vencimento dos contratos de opções sobre ações, o que pode adicionar volatilidade aos negócios.

Às 11:07, o Ibovespa subia 1,1 por cento, a 63.520 pontos. O giro financeiro era de 1,52 bilhão de reais.

Em meio às delações da Odebrecht envolvendo uma série de políticos em esquemas de corrupção, o presidente Michel Temer busca manter os esforços para avançar a reforma da Previdência e pediu na noite passada a parlamentares aliados e ministros que atuem para manter o cronograma de votação da proposta no Congresso.

No exterior, os sinais eram mistos, com as crescentes tensões geopolíticas ainda despertando cautela, enquanto o crescimento econômico mais forte que o esperado da China trazia algum alívio.

DESTAQUES

- BRADESCO PN subia 1,46 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN tinha alta de 1,48 por cento, em movimento de recuperação após caírem 3,05 e 1,82 por cento, respectivamente, na quinta-feira. BANCO DO BRASIL ON liderava os ganhos entre os bancos e mostrava alta de 2,68 por cento, após a queda de 5,20 por cento no pregão anterior.   Continuação...