Worldsteel eleva previsão de crescimento da demanda mundial de aço em 2017

sexta-feira, 21 de abril de 2017 15:40 BRT
 

Por Maytaal Angel

LONDRES (Reuters) - A demanda mundial por aço crescerá mais do que o previsto em 2017 devido à recuperação das economias desenvolvidas e ao crescimento acelerado dos mercados emergentes e em desenvolvimento, especialmente Rússia, Brasil e Índia, afirmou um órgão da indústria nesta sexta-feira.

A demanda deve ter expansão de 1,3 por cento em 2017 a 1,535 bilhão de toneladas e 0,9 por cento em 2018, para 1,549 bilhão de toneladas, disse a World Steel Association (Worldsteel) .

A Worldsteel, que representa mais de 160 produtores de aço responsáveis ​​por 85 por cento da produção mundial, previra em outubro que a demanda cresceria 0,5 por cento este ano.

O setor de aço, que gira cerca de 900 bilhões de dólares por ano, é vista como um indicador da saúde econômica do mundo.

"Esperamos que Rússia e Brasil finalmente saiam da recessão e, após o choque cambial, a economia indiana deverá retomar o crescimento", disse a Worldsteel.

"No entanto, a China, que responde por 45 por cento da demanda mundial de aço, deve retornar a uma taxa de crescimento mais moderada após sua recente subida", afirmou em comunicado.

A Worldsteel espera que a demanda chinesa por aço fique estável neste ano em 681 milhões de toneladas e caia 2 por cento no próximo ano, para 667,4 milhões de toneladas, à medida que os efeitos do estímulo do governo no ano passado, impulsionado pela infraestrutura, diminuam.

Em contraste, o grupo espera que a demanda de aço em economias emergentes e em desenvolvimento, excluindo a China, cresça 4 por cento este ano, para 452,7 milhões de toneladas, e 4,9 por cento em 2018, para 474,9 milhões de toneladas.   Continuação...