J&J, Novartis e Takeda negociam compra da Hypermarcas, dizem fontes

segunda-feira, 24 de abril de 2017 12:55 BRT
 

Por Tatiana Bautzer e Guillermo Parra-Bernal

SÃO PAULO (Reuters) - Johnson & Johnson, Novartis e Takeda Pharmaceutical estão em negociações com o bloco de controle da Hypermarcas para compra da companhia brasileira de medicamentos, disseram duas pessoas familiarizadas com o assunto nesta segunda-feira.

Famílias donas das empresas de investimentos Igarapava Participações e Maiorem SA de CV, que detêm uma participação combinada de 34 por cento da Hypermarcas contrataram as unidades de bancos de investimento do Bradesco e do Credit Suisse para assessorar a venda, disseram as fontes.

Às 12:52, as ações da Hypermarcas subiam 5,4 por cento, a 30,82 reais, máxima intradia desde maio do ano passado. No mesmo horário, o Ibovespa subia 1,2 por cento.

Nenhuma das empresas interessadas apresentou ofertas ainda, disse uma das fontes. Uma proposta para comprar a participação da família do bilionário João Alves Queiroz Filho, que controla a Igarapava, e dos investidores mexicanos donos da Maiorem dispararia direitos de tag-along para acionistas minoritários, acrescentaram as fontes.

O colunista do jornal O Globo Lauro Jardim informou no domingo que os acionistas controladores da Hypermarcas estavam discutindo a venda com investidores estrangeiros, sem identificá-los.

A Hypermarcas, os bancos e as empresas não responderam imediatamente a pedidos de comentários.

(Reportagem adicional de Bruno Federowski)