Bovespa sobe 1% com alívio após eleição na França

segunda-feira, 24 de abril de 2017 17:57 BRT
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista subiu nesta segunda-feira, refletindo o alívio do cenário externo após o resultado do primeiro turno da eleição presidencial na França e tendo as ações da Hypermarcas e Natura entre as maiores altas, diante de noticiário corporativo

O Ibovespa fechou em alta de 0,99 por cento, a 64.389 pontos. O volume financeiro foi de 7,67 bilhões de reais.

Os franceses foram às urnas no domingo e levaram ao segundo turno o candidato centrista Emmanuel Macron e a líder de extrema-direita Marine Le Pen, com pesquisas indicando a liderança de Macron na próxima votação. O resultado do pleito francês também refletiu em Wall Street, com o S&P 500 fechando em alta de 1,08 por cento.

Já o cenário político local segue motivando alguma cautela, em meio a discussão das reformas trabalhista e Previdenciária, e operadores destacam que a volatilidade pode voltar nos próximos pregões.

No domingo, o presidente Michel Temer se reuniu com a base aliada e ministros e afirmou que a proposta de mudanças da Previdência apresentada na comissão especial da Câmara na semana passada é a versão final e deve ser aprovada pelo Congresso da forma que se encontra atualmente.

DESTAQUES

- BRADESCO PN avançou 1,83 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN subiu 1,93 por cento, em sessão positiva para o setor bancário como um todo, reforçando o viés de alta do Ibovespa devido ao peso dos papéis em sua composição. SANTANDER UNIT ganhou 1,26 por cento e BANCO DO BRASIL teve alta de 2,87 por cento. Nesta semana, Santander e Bradesco divulgam seus resultados referentes ao primeiro trimestre deste ano.   Continuação...