Bovespa fecha em alta de 1,18% com exterior e avanço em reforma trabalhista

terça-feira, 25 de abril de 2017 18:29 BRT
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista fechou em alta nesta terça-feira, amparado no otimismo vindo do exterior e conforme as tensões com a cena política local diminuíram ao longo do dia, diante do avanço da reforma trabalhista na comissão especial na Câmara dos Deputados.

O Ibovespa subiu 1,18 por cento, a 65.148 pontos. Foi o terceiro pregão consecutivo de ganhos. O giro financeiro somou 7,53 bilhões de reais.

O mercado passou a maior parte da sessão com variações mais contidas, pressionado pelo receio em relação ao andamento das medidas no Congresso Nacional após o PS fechar na véspera questão contra as reformas trabalhista e da Previdência, enquanto o cenário externo trazia algum alívio.

Rumo ao fechamento dos negócios, no entanto, os investirdes também passaram a se mostrar mais aliviados com o cenário político local, conforme a proposta de reforma trabalhista avançava na comissão especial na Câmara. A comissão aprovou o parecer do deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) e a proposta seguiu para o plenário da Casa.

Wall Street subiu nesta sessão diante dos fortes resultados corporativos, com o Nasdaq fechando pela primeira vez na história acima de 6 mil pontos.

"Esse bom humor (com a alta em Wall Street) aumenta o apetite por risco e como o fluxo do nosso mercado é guiado por capital estrangeiro, a situação de melhora lá fora acaba sendo bem conduzida por aqui também", disse o analista da Clear Corretora Raphael Figueredo.

DESTAQUES   Continuação...