Vendas da Lojas Renner sobem no 1º tri, mas margem tem leve piora

quarta-feira, 26 de abril de 2017 08:04 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Lojas Renner divulgou nesta terça-feira alta de 9,1 por cento nas vendas mesmas lojas no primeiro trimestre, ajudada pela adequada composição de estoques no início do ano e da boa aceitação dos itens de outono-inverno, mas a margem teve queda.

O desempenho mostra uma forte recuperação em relação ao avanço de 1,3 por cento nos primeiros três meses de 2016 e acontece após dois trimestres seguidos de resultado negativo dado o difícil quadro econômico no país.

De acordo com o diretor financeiro e de relações com investidores da Lojas Renner, Laurence Gomes, o desempenho superou a expectativa da companhia.

Ele atribuiu o resultado a mudanças na equipe de compras, melhor abastecimento, lançamento antecipado e ajustado de coleção - que ficou disponível de imediato no site e no dia seguinte nas lojas da rede.

Ele lembrou que no começo de 2016 o desempenho foi afetado por atrasos na importação de produtos e problemas de qualidade de fornecedores, que não ocorreram este ano. Além das vendas, o executivo destacou fluxo maior de clientes, com aumento também no número de peças por venda.

As bandeiras Camicado e Youcom também contribuíram, com aumentos de vendas de 26 e 100 por cento, respectivamente.

Laurence afirmou que não houve mudança no ritmo de vendas nas primeiras semanas de abril, mas considerou prematuro uma estimativa de tendência para o segundo trimestre.

"É muito cedo para estimar algum coisa para trimestre, que tem datas importantes, como o Dia das Mães e Dias dos Namorados, bem como o clima é muito importante para o período", disse.

No trimestre a Lojas Renner teve lucro líquido de 67 milhões de reais, alta de 2,2 por cento ante mesma etapa de 2016.   Continuação...