Mercados acionários chineses avançam com empresas menores impulsionando confiança

quinta-feira, 27 de abril de 2017 07:49 BRT
 

XANGAI/TÓQUIO (Reuters) - Os mercados acionários da China reverteram as perdas na sessão e encerraram em alta nesta quinta-feira, com uma forte recuperação das empresas menores elevando a confiança em meio a preocupações persistentes sobre o crescimento econômico e regulamentos mais rígidos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,07 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,37 por cento.

Os dois índices haviam caído para as mínimas de mais de dois meses mais cedo na sessão.

Os lucros industriais chineses cresceram 23,8 por cento em março em relação ao mesmo período do ano anterior, número ainda forte mas desacelerando em relação às máximas de muitos anos atingidas nos meses anteriores.

Os dados desta quinta-feira também sugeriram que algumas empresas que aumentaram a cadeia de produção estavam tendo problemas para repassar os custos maiores de insumos para os compradores, pressionando as margens de lucro.

Isso reforçou as preocupações de que a economia da China pode ter atingido seu nível máximo no primeiro trimestre e pode desacelerar durante o ano.

Por sua vez o índice MSCI se afastava das máximas de quase dois anos, uma vez que um plano de corte de impostos norte-americano muito aguardado não conseguiu inspirar os investidores, embora a confiança continuasse sustentada pelas perspectivas de crescimento global e pela redução das preocupações sobre os riscos políticos na Europa.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha queda de 0,09 por cento às 7:47 (horário de Brasília). Ele atingiu seu nível mais alto desde junho de 2015 na quarta-feira.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,19 por cento, a 19.251 pontos.   Continuação...