Ibovespa sobe com otimismo por política doméstica e ajuste pós-feriado

terça-feira, 2 de maio de 2017 11:33 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista operava em alta nesta terça-feira, diante da percepção de que as recentes manifestações não tiraram força do governo federal para avançar as reformas, incluindo a da Previdência, e também ajustando-se ao tom positivo do mercado acionário norte-americano na véspera, quando foi feriado no Brasil.

Às 11:31, o Ibovespa subia 1,64 por cento, a 66.474 pontos. O giro financeiro era de 2,01 bilhões de reais.

"Em nenhum país do mundo a reforma previdenciária é tratada de maneira simples e os embates entre governo e população em geral estão sendo até menos ríspidos aqui se compararmos com outros países que fizeram reformas recentemente", escreveram os analistas da corretora Lerosa Investimentos, em nota a clientes.

Temer se reuniu na véspera com ministros e parlamentares da base aliada para discutir estratégias para aprovação das reformas trabalhista e da Previdência e, segundo reportagens na mídia, decidiu retaliar deputados infiéis ao governo.

O mercado também ajustava-se aos ganhos de ADRs (recibos de ações nos Estados Unidos) negociados em Nova York na véspera, quando a bolsa brasileira não operou devido ao feriado do Dia do Trabalho.

DESTAQUES

- BRADESCO PN avançava 2,14 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN ganhava 1,55 por cento, em sessão amplamente positiva para o setor bancário como um todo, que reforçava o tom favorável do Ibovespa devido ao peso dos papéis na composição do índice.

  Continuação...