CENÁRIOS-Mercado travado lança dúvidas sobre exportações de milho do Brasil

quinta-feira, 4 de maio de 2017 19:58 BRT
 

Por Gustavo Bonato

SÃO PAULO (Reuters) - Diante de uma colheita gigante a caminho e preços em queda, o mercado de grãos do Brasil se prepara para meses turbulentos à frente, com vendas travadas e crescentes incertezas, que incluem dúvidas sobre a expectativa de exportações de milho do Brasil.

A situação em 2017 é completamente oposta à de 2016, quando o mercado foi impactado por fortes exportações na temporada anterior e por uma quebra de safra que tornaram o milho um dos produtos agrícolas mais cobiçados no mercado, com preços recordes.

O Brasil deverá colher uma safra recorde de milho na atual temporada 2016/17, de mais de 93 milhões de toneladas, com uma colheita de inverno de 63 milhões de toneladas, segundo uma pesquisa recente da Reuters, o que representaria uma alta de 40 por cento ante o total colhido em 2015/16.

Já as exportações do ano agrícola 2016/17 --que em geral são contabilizadas no ano comercial entre fevereiro de 2017 e janeiro de 2018-- estão previstas em 28,5 milhões de toneladas, segundo a média de sete estimativas consultadas pela Reuters.

Se confirmada a previsão, este será o segundo maior volume da história, atrás apenas do ano-safra 2014/15 (exportações entre fevereiro 2015/janeiro 2016), que totalizou 30,2 milhões de toneladas, segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

"Contudo, com o câmbio no atual patamar, não estamos competitivos (no mercado internacional). Os preços continuam sendo pressionados... e o produtor vai tentar ao máximo segurar seu milho. Esse número (de exportação) é factível, mas pode não ser realizado", disse a analista de grãos da INTL FCStone Ana Luiza Lodi, que projeta atualmente exportações de 28 milhões de toneladas.

Os preços do milho no mercado doméstico acumulam perdas de mais de 40 por cento em 12 meses, o que tem retraído as vendas de produtores.

Em Mato Grosso, principal produtor nacional do grão, as vendas da safra de inverno, que será colhida no fim deste mês, atingiram 43 por cento em abril, ante 82 por cento no mesmo período do ano passado.   Continuação...

 
Plantação de milho em Limoeiro do Norte, no Estado do Ceará
15/01/2015
REUTERS/Davi Pinheiro