Bolsas dos EUA fecham estáveis após aprovação de mudanças na saúde pela Câmara

quinta-feira, 4 de maio de 2017 19:19 BRT
 

(Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos fecharam praticamente estáveis nesta quinta-feira à medida que uma queda acentuada do setor de energia compensou fortes resultados corporativos, após a Câmara dos Deputados dos EUA aprovar uma reforma na saúde.

O Dow Jones caiu 0,03 por cento, a 20.951 pontos. O S&P 500 ganhou 0,06 por cento, a 2.389 pontos e o Nasdaq avançou 0,05 por cento, a 6.075 pontos.

O setor de energia do S&P caiu 1,9 por cento, sendo o de pior desempenho. O declínio de 1,3 por cento da Exxon Mobil e de 1,8 por cento da Chevron pesaram no índice.

A Câmara dos Deputados aprovou por pequena margem a revogação de grande parte do Affordable Care Act de 2010, conhecido como Obamacare, substituindo-o por um plano de saúde republicano, enviando-o ao Senado.

A aprovação da lei ocorre após republicanos na Câmara terem retirado a proposta de mudança mais cedo neste ano, levantando dúvidas entre investidores sobre a habilidade do presidente Donald Trump em implementar sua agenda.

O S&P 500 ganhou 11,7 por cento desde a eleição de Trump, impulsionado por seus planos de cortes de impostos, gastos com infraestrutura e desregulamentação.

(Por Lewis Krauskopf; reportagem adicional de Herb Lash, Sinead Carew e Tanya Agrawal)