Mercados acionários chineses recuam pela 4ª semana com preocupações sobre economia e regulamentações

sexta-feira, 5 de maio de 2017 07:35 BRT
 

HONG KONG/XANGAI (Reuters) - Os mercados acionários da China recuaram nesta sexta-feira para novas mínimas de três meses, registrando a quarta queda semanal consecutiva, com preocupações persistentes sobre o crescimento econômico e regulamentações mais rígidos prejudicando o apetite por risco.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,65 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,77 por cento.

Na semana, o CSI300 acumulou queda de 1,7 por cento, tendo a pior semana deste ano, enquanto o SSEC perdeu 1,6 por cento.

"Obviamente, as regulamentações estão ficando mais rígidas e um grande número de medidas regulatórias virão na segunda metade do ano, prejudicando a confiança", disse o analista do BOCI Securities Zhu Qibing.

Pesquisas sobre a indústria da China nesta semana desencadearam preocupações de que a segunda maior economia do mundo pode ter atingido seu pico no primeiro trimestre e pode estar começando a apresentar uma tendência de desaceleração no curto prazo.

No restante da região, os mercados caíram pelo terceiro dia seguido, com novas quedas nas commodities levantando preocupações sobre a saúde da economia global.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha queda de 0,74 por cento às 7:33 (horário de Brasília), operando na mínima desde 25 de abril.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei não operou.   Continuação...