9 de Maio de 2017 / às 16:39 / 5 meses atrás

Índices acionários europeus atingem máxima de 21 meses com resultados corporativos e recursos básicos

LONDRES (Reuters) - Uma série de dados corporativos bem recebidos e a recuperação das ações de recursos básicos ajudaram os mercados europeus a se recuperarem nesta terça-feira das leves quedas da sessão anterior, terminando na nova máxima de 21 meses.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,41 por cento, a 1.554 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,45 por cento, a 396 pontos.

O índice francês CAC 40 teve alta de 0,3 por cento, recuperando parte das perdas de segunda-feira após a vitória do centrista Emmanuel Macron na eleição presidencial francesa.

“Ontem foi quase uma percepção de que, ok, eliminamos um obstáculo, mas não é como se não houvesse mais problemas... mas hoje parece bom --o euro fraco ante o dólar está ajudando o DAX”, disse o chefe de pesquisa da Accendo Markets, Mike van Dulken, referindo-se ao índice alemão, que avançou 0,4 por cento, para máxima recorde.

Os resultados das empresas estavam em foco, com as ações da italiana Davide Campari tendo alta 4,4 por cento depois que a fabricante de bebidas registrou lucro no primeiro trimestre.

Com a temporada de resultados do primeiro trimestre já em mais da metade, os lucros das empresas europeias têm sido fortes em geral. As principais empresas blue-chips da zona do euro tiveram um crescimento médio dos lucros de cerca de 20 por cento, segundo dados da Thomson Reuters I/B/E/S.

A recuperação nas ações do setor de recursos básicos e os ganhos entre as empresas do setor de energia também ajudaram a sustentar o mercado, com as mineradoras em alta depois do avanço nos preço do cobre.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,57 por cento, a 7.342 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,43 por cento, a 12.749 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,28 por cento, a 5.398 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,27 por cento, a 21.486 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,42 por cento, a 11.049 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,42 por cento, a 5.254 pontos.

Por Kit Rees e Danilo Masoni

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below