Alta de 17,6% em lucro da Kroton no 1º tri reforça perspectiva de crescimento para 2017

sexta-feira, 12 de maio de 2017 10:49 BRT
 

Por Gabriela Mello

SÃO PAULO (Reuters) - A Kroton Educacional teve alta anual de 17,6 por cento no lucro líquido ajustado do primeiro trimestre, sem considerar as operações da Uniasselvi, vendidas em fevereiro de 2016, um resultado que corrobora as perspectivas de crescimento anunciadas para 2017.

A empresa lucrou 577,1 milhões de reais de janeiro a março, acima dos 490,5 milhões de reais, excluindo os resultados da Uniasselvi, no mesmo intervalo do ano passado.

Para 2017, a Kroton projeta lucro líquido ajustado de 2,1 bilhões de reais, 5,6 por cento maior na comparação anual. A companhia ainda prevê alta de 5,4 por cento na receita líquida, para 5,485 bilhões de reais, e lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado 6 por cento maior, de 2,42 bilhões de reais.

Às 10:20, as ações da companhia subiam 1,6 por cento, a 15,95 reais, enquanto o Ibovespa tinha alta de 0,85 por cento.

"Nós tivemos um resultado bastante robusto nesse primeiro trimestre, aumentando inclusive as principais linhas do balanço, o que nos dá visibilidade sobre a performance neste ano", disse nesta sexta-feira à Reuters o diretor de Relações com Investidores da Kroton, Carlos Alberto B. Lazar.

De janeiro a março, a companhia apurou receita líquida de 1,365 bilhão de reais, 11,3 por cento maior ante o primeiro trimestre de 2016, também excluindo os números da Uniasselvi.

Conforme material de divulgação do balanço, o resultado foi ajudado pela melhora do mix de cursos, pelo crescimento anual de 0,5 por cento na base de alunos, que superou a marca de 1 milhão, pela maior ticket médio e pelo controle de despesas.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado subiu 8,6 por cento ano a ano, para 639,5 milhões de reais, ainda na base ex-Uniasselvi.   Continuação...

 
CEO da Kroton Educacional SA , Galindo, posa para foto em São Paulo. 23/05/2013 REUTERS/Paulo Whitaker