Bovespa sobe 1% para 68 mil pontos, com destaque para alta da Petrobras

sexta-feira, 12 de maio de 2017 18:29 BRT
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou com ganhos pelo quarto pregão seguido nesta sexta-feira, em sessão marcada por uma bateria de resultados corporativos, com as ações da Petrobras e da Qualicorp entre os destaques positivos.

O Ibovespa subiu 1,01 por cento, a 68.221 pontos, maior patamar de fechamento desde 22 de fevereiro. Na semana, os ganhos foram de 3,82 por cento, marcando o melhor desempenho semanal desde o fim de dezembro do ano passado.

O volume financeiro deste pregão foi robusto, de 9,86 bilhões de reais, acima da média diária neste mês até a véspera, de 7,88 bilhões de reais e também superando a média diária para este ano, de 8,04 bilhões de reais.

A calmaria no front político após a conclusão nesta semana da votação da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara dos Deputados também favoreceu o tom positivo no mercado, com investidores mais otimistas sobre o avanço da medida no Congresso Nacional.

O mercado acionário manteve a tendências dos pregões anteriores e seguiu guiado principalmente pelo cenário interno, repercutindo ainda dados recentes da economia brasileira, incluindo a desaceleração da inflação, que corroboram a expectativa pela manutenção dos cortes da taxa básica de juros, levando alguns agentes econômicos, inclusive, a apostar em cortes maiores da Selic.

DESTAQUES

- PETROBRAS PN subiu 4,25 por cento e PETROBRAS ON avançou 3,98 por cento após a petroleira reportar lucro líquido de 4,45 bilhões de reais no primeiro trimestre, o melhor resultado em dois anos, impulsionado por um desempenho operacional histórico, apesar de uma menor demanda por derivados no mercado interno.   Continuação...