Secretário do Tesouro afirma que EUA se reservam ao direito de serem protecionistas

sábado, 13 de maio de 2017 12:45 BRT
 

BARI, Itália (Reuters) - O secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, disse, neste sábado, que os Estados Unidos se reservam ao direito de serem protecionistas, mas notou que seus correspondentes internacionais estão ficando mais confortáveis com a agenda econômica da administração Trump.

"Não queremos ser protecionistas, mas nos reservamos ao direito de sermos, pois acreditamos que o mercado não é livre, nem justo", disse Mnuchin, em uma entrevista coletiva no fim da reunião de ministros das Finanças do G7, grupo das sete principais democracias industriais.

"Nossa abordagem é por um mercado mais equilibrado, e as pessoas ouviram isso", disse Mnuchin. "E, como digo, as pessoas estão mais confortáveis agora que tiveram a oportunidade de passar algum tempo comigo e ouvir o presidente e nossa mensagem econômica".