24 de Maio de 2017 / às 12:35 / 4 meses atrás

Minério de ferro na China cai 7% por ampla oferta e rebaixamento pela Moody's

MANILA (Reuters) - Os futuros do minério de ferro na China caíram 7 por cento nesta quarta-feira, o maior tombo diário em mais de duas semanas, após a Moody’s rebaixar a nota de crédito do gigante asiático e em meio a preocupações com os estoques no nível mais alto em pelo menos 13 anos.

A queda do minério de ferro foi a maior nos mercados futuros de commodities da China, depois que a Moody’s reduziu a nota de crédito soberano pra emissões de longo prazo locais e em moeda estrangeira, alertando que a força financeira do país pode evaporar nos próximos anos conforme a economia desacelerar e a dívida continuar a crescer.

O contrato mais negociado do minério de ferro para setembro na bolsa de Dalian fechou em queda de 7 por cento, a 455,50 iuanes (66 dólares) a tonelada, após tocar 452 iuanes na mínima da sessão. Foi a maior queda desde 5 de maio.

Os estoques de minério de ferro importado nos portos chineses subiram para 136 milhões de toneladas na semana passada, nível mais elevado desde 2004, segundo a consultoria SteelHome.

O contrato mais ativo de vergalhão de aço na bolsa de Xangai caiu 2,2 por cento, a 3.246 iuanes por tonelada.

Por Manolo Serapio Jr

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below