Novo presidente do BNDES rejeita aumento de empréstimos subsidiados

segunda-feira, 29 de maio de 2017 20:55 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O novo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, que o banco fomento não vai acelerar o desembolso de crédito subsidiado a empresas.

"Os empresários não ditam o que o BNDES tem que fazer", disse Castro a jornalistas. "Temos que começar a desapegar no Brasil da ideia do subsídio e os juros têm que convergir para a normalidade", adicionou.

O executivo afirmou que o empresário brasileiro não precisa de subsídio e que o apoio do BNDES ao setor produtivo não deve ser medido por subsídios, mas pela disponibilidade de recursos".

Castro esteve em Brasília nesta segunda para encontro com o presidente Michel Temer, de quem recebeu um pedido para dar atenção às micro, pequenas e médias empresas.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

 
Sede do BNDES no Rio de Janeiro
 11/1/2017   REUTERS/Nacho Doce