Bancos pressionam mercados acionários na Europa, que recuam pela 4ª sessão consecutiva

terça-feira, 30 de maio de 2017 14:02 BRT
 

(Reuters) - Os mercados acionários europeus fecharam com leves quedas nesta terça-feira, marcando o quarto pregão seguido de perdas, com as ações dos bancos liderando a queda por novas preocupações políticas e após rebaixamento das ações de bancos da região.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,22 por cento, a 1.533 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,19 por cento, a 390 pontos.

O fim da temporada de lucros corporativos surpreendentemente fortes na Europa levou os investidores a buscarem o próximo catalisador para manter a alta acumulada no ano e apoiar as avaliações que estão agora acima de suas médias históricas.

As preocupações com as eleições antecipadas na Itália estimularam alguma tomada de lucro desde a semana passada, principalmente em ações que tiveram desempenho notável, como os bancos.

"A Itália pode se tornar motivo de preocupação por questões econômicas e políticas", disse a chefe da Lyxor Cross Asset Research, Jeanne Asseraf-Bitton.

Os bancos da zona do euro caíram 1,52 por cento, pressionados principalmente pelo Santander e pelo BBVA.

O Deutsche Bank rebaixou as ações bancárias da região para "underweight" e recomendou que os investidores realizem lucros após a forte alta do setor.

Em nota a clientes, eles disseram que o setor está entre os mais sensíveis a oscilações no crescimento da zona do euro e que os preços não estavam mais convincentes.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,28 por cento, a 7.526 pontos.   Continuação...