Comissão da Câmara aprova abertura de fiscalização no grupo J&F

quarta-feira, 31 de maio de 2017 16:06 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara (CFT) aprovou nesta quarta-feira proposta para que seja aberta uma apuração na comissão, juntamente com o Tribunal de Contas da União (TCU), sobre eventuais irregularidades praticadas pelo grupo J&F, controlador da JBS, no mercado financeiro.

A investigação se dará por meio de um instrumento chamado de "Proposta de Fiscalização e Controle", que não tem os mesmos poderes de uma Comissão de Parlamentar de Inquérito (CPI), como o de quebrar sigilos.

Segundo o relatório do deputado Carlos Melles (DEM-MG) aprovado pela comissão, a PFC vai se concentrar em três temas principais: se houve uso de informação privilegiada por parte do grupo J&F em supostos ganhos com operação cambial e de ações da JBS "momentos ou dias antes do vazamento do conteúdo das delações premiadas de sócios e executivos da holding J&F",

A comissão também vai averigurar se houve irregularidades contra o sistema financeiro pelo Banco Original, que faz parte do mesmo grupo econômico, e as operações de crédito do grupo junto a bancos oficiais.

Na terça-feira, foi lido em sessão do Congresso Nacional requerimento para a criação de uma CPI Mista para investigar o grupo J&F e operações do BNDES com o grupo.

(Reportagem de Leonardo Goy)