BC está correto ao defender necessidade de aprovar reformas, diz Meirelles

quinta-feira, 1 de junho de 2017 15:59 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta quinta-feira que o comunicado do Banco Central na véspera, quando sinalizou que vai diminuir o ritmo de redução da Selic em meio a crise política, foi correto.

"Foi correto (o comunicado) no sentido que é preciso aprovar as reformas", afirmou Meirelles a jornalistas, em referência às reformas da Previdência e trabalhista, que tramitam no Congresso Nacional.

Na noite passada, o BC reduziu a taxa básica de juros em 1 ponto percentual, a 10,25 por cento ao ano, e já indicou que deve optar por um corte menor da Selic em sua próxima reunião, em julho, em meio à intensa crise política.

O ministro também disse que era "normal" o BC sinalizar cortes menores daqui para frente já que a Selic estava em 14,25 por cento no início deste ciclo de afrouxamento monetário, dado em outubro passado.

Meirelles também voltou a comemorar o crescimento de 1 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) do país no trimestre passado, e disse que também era "normal" haver novas retrações na atividade neste momento de recuperação da economia depois de dois anos de recessão.

(Reportagem de Marcela Ayres)

 
O ministro da Fazenda do Brasil, Henrique Meirelles, durante evento em São Paulo, no Brasil
30/05/2017
REUTERS/Paulo Whitaker