Setor de serviços da China tem em maio expansão mais rápida em 4 meses, mostra PMI do Caixin

segunda-feira, 5 de junho de 2017 07:06 BRT
 

Por Yawen Chen e Ryan Woo

PEQUIM (Reuters) - A atividade do setor de serviços da China expandiu no ritmo mais rápido em quatro meses em maio graças ao aumento nas novas encomendas, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit.

O PMI de serviços do Caixin/Markit subiu a 52,8 em maio de 51,5 em abril, interrompendo quatro meses de queda com a leitura mais alta desde janeiro.

O dado ficou em sincronia o PMI oficial divulgado na semana passada, que também indicou crescimento acelerado e demanda mais forte em serviços. O setor responde por mais da metade do Produto Interno Bruto da China.

O subíndice de novas encomendas avançou a 53,5 em maio de 53,0 em abril, sinalizando a demanda mais forte dos consumidores desde dezembro.

"A melhora no setor de serviços impulsionou a economia chinesa em maio", disse Zhengsheng Zhong, diretor de análise macroeconômica do CEBM Group.

"Entretanto, a rápida deterioração da indústria é preocupante", completou.