5 de Junho de 2017 / às 22:28 / em 4 meses

AirBaltic quer encomendar ao menos 14 aeronaves, com Embraer e Bombardier na disputa

Jato comercial E195-E2 da Embraer, em São José dos Campos. 07/03/2017 REUTERS/Roosevelt Cassio

CANCÚN, México (Reuters) - A AirBaltic quer comprar pelo menos 14 novos aviões com mais de 100 assentos para substituir modelos turboélice, com a Embraer e a canadense Bombardier na disputa pelo contrato, informou o presidente-executivo da aérea letã nesta segunda-feira.

A AirBaltic está buscando ampliar sua rede e planeja aumentar o número de passageiros de esperados 3,2 milhões neste ano para 4,2 milhões em 2021.

“Pedimos às partes interessadas para que viessem e nos fizessem uma oferta. Isso está acontecendo agora”, disse Martin Gauss à Reuters em um encontro da indústria aérea no México.

A encomenda seria por 14 aeronaves, com entrega para 2020, possivelmente com opções por mais unidades à medida que a companhia aérea busca crescer, disse Gauss.

Embraer e Bombardier são as duas fabricantes que fazem o tipo de aeronave no qual a AirBaltic está interessada, segundo o executivo. A decisão será tomada neste ano.

Por Victoria Bryan

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below