Incertezas sobre reformas dificultam queda mais rápida dos juros estruturais, diz Ilan

segunda-feira, 19 de junho de 2017 10:44 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, rafirmou nesta segunda-feira que o recente aumento da incerteza por conta do futuro das reformas e de ajustes necessários na economia "dificulta a queda mais célere das estimativas da taxa de juros estrutural e as torna mais incertas".

Durante evento em São Paulo, segundo apresentação publicada no site do BC, Ilan disse ainda que a incerteza se mantendo por "tempo prolongado" pode ter impacto negativo sobre a atividade econômica e que "de forma geral, as projeções condicionais do Copom hoje envolvem maior grau de incerteza".

(Por Patrícia Duarte)

 
Presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, em Brasília. 07/06/2016 REUTERS/Adriano Machado