Bolsas asiáticas têm alívio após indústria da China superar expectativas baixas

terça-feira, 23 de setembro de 2014 07:54 BRT
 

Por Wayne Cole

SYDNEY (Reuters) - Parte das ações asiáticas fechou esta terça-feira no azul após a divulgação de dados sobre o enorme setor industrial da China melhores do que as expectativas desanimadoras do mercado.

O Índice de Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) preliminar do HSBC sobre a indústria da China subiu para 50,5 em setembro, ante 50,2 em agosto, acima das expectativas de recuo para 50,0.

O mercado havia se preparado para algo ainda pior e o alívio ajudou as ações chinesas a se moverem para território positivo.

A chefe de pesquisa para Ásia-Pacífico da TD Securities, Annette Beacher, observou que os PMIs preliminares atingiram uma média de 50,9 para o terceiro trimestre, uma aceleração ante a média de 49,6 do trimestre anterior.

"Após a leitura desanimadora de produção industrial para agosto, os mercados financeiros partilhavam cada vez mais da opinião de que a China está desacelerando a um ritmo mais veloz que o desejado, então a leitura de hoje representa um contraponto bem-vindo", disse.

Às 7h48 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 0,09 por cento, enquanto o índice de Xangai subiu 0,9 por cento e a bolsa australiana teve alta de 1 por cento.

Os mercados japoneses estavam fechados por feriado.

As notícias de que os Estados Unidos e nações aliadas começaram os primeiros bombardeios aéreos contra alvos do Estado Islâmico na Síria, um fronte muito mais complicado na luta contra militantes, porém, prejudicavam a confiança.