Austrália reduz projeção de preços do minério de ferro em 2015

quarta-feira, 24 de setembro de 2014 10:50 BRT
 

SYDNEY (Reuters) - A Austrália reduziu sua previsão para os preços do minério de ferro em 2015 devido a uma alta na oferta, mas ainda espera uma recuperação ante os atuais níveis, os menores em cinco anos, com a expectativa de que mineradoras de alto custo sejam forçadas a sair do mercado.

O órgão oficial de previsões da Austrália reduziu a projeção de média de preços em 2015 para 92,40 dólares por tonelada, abaixo dos 94,60 dólares vistos anteriormente, mas ainda bem acima de cotações abaixo de 80 dólares registradas esta semana.

"Nos próximos cinco anos, os preços do minério de ferro deverão ficar na média de 90 a 95 dólares por tonelada", disse o Escritório de Economia para Recursos e Energia em relatório trimestral.

"Uma ampliação da oferta indica que um aumento na competição por preços será necessário para empurrar oferta de alto custo para fora do mercado nos próximos dois anos", disse o escritório.

A previsão está bem abaixo da faixa de 100-120 dólares por tonelada que algumas mineradoras usaram em suas projeções futuras para sustentar gigantescas obras de expansão que já foram concluídas ou que estão em andamento e que injetarão dezenas de milhões de toneladas de minério de ferro adicionais no mercado internacional.

Grandes mineradoras como Rio Tinto, Vale e BHP Billiton têm elevado sua produção a despeito de preocupação sobre um excedente na oferta, em um momento de crescimento moderado da produção de aço na China, maior país importador de minério de ferro.

O minério com teor de 62 por cento de ferro para entrega imediata na China, referência para o setor, foi negociado a 79,40 dólares por tonelada nesta quarta-feira, estável ante a terça-feira, mas no menor nível desde setembro de 2009, segundo o Steel Index.

(Por James Regan)