Anglo American obtém licença de operação para mineroduto do Minas-Rio

quarta-feira, 24 de setembro de 2014 13:48 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Anglo American obteve licença de operação do Ibama para o mineroduto do projeto Minas-Rio, um passo importante para a grande aposta em minério de ferro da companhia no Brasil, informou a mineradora nesta quarta-feira.

O mineroduto, de 529 quilômetros, levará minério de mina e unidade de beneficiamento da Anglo em Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas, em Minas Gerais, até o Porto do Açu, no Estado do Rio de Janeiro.

O empreendimento da Anglo, que deverá custar ao todo 20 bilhões de reais, muito mais do que o orçado inicialmente, terá capacidade anual de produção de 26,5 milhões de toneladas de minério de ferro. Essa também é a capacidade de transporte do mineroduto.

A capacidade total do mineroduto deverá ser atingida entre 18 e 20 meses após o início da operação, sendo que para 2015 a empresa prevê entre 11 milhões e 15 milhões de toneladas.

"Nosso foco total continua sendo o primeiro embarque no final de 2014, de forma segura e responsável”, frisou a Anglo, em nota.

Para o cumprimento da meta, a mineradora busca obter, neste trimestre, a licença de operação da mina e da planta de beneficiamento.

O terminal portuário --gerenciado pela joint venture Ferroport, com participação de 50 por cento da Anglo e 50 por cento da Prumo Logística (ex-LLX)-- teve licença operacional expedida em maio.

A empresa conseguiu também uma licença temporária para a linha de transmissão de energia de 230 kV, que deverá ser convertida em definitiva.

O projeto está atualmente em fase de comissionamento. Até o momento, 95 por cento das atividades necessárias para a realização do primeiro embarque foram realizadas.   Continuação...