Acionistas na Santo Antônio Energia não aprovam aporte por falta de quórum

quinta-feira, 25 de setembro de 2014 18:21 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Santo Antônio Energia, concessionária responsável pela hidrelétrica Santo Antônio, não conseguiu aprovar nesta quinta-feira um aporte de 1,14 bilhão de reais por parte dos acionistas já que a assembleia extraordinária (AGE) que votaria o tema não obteve quórum.

O aporte seria necessário para que a empresa continuasse a honrar os pagamentos ao Consórcio Construtor Santo Antônio de forma a manter as obras da usina em andamento.

A Santo Antônio Energia tem enfrentado dificuldades de caixa para manter as obras na usina, enquanto tem que arcar com custos de curto prazo relacionados ao atraso da entrega de energia da hidrelétrica. Segundo a empresa, a obra pode se tornar inviável.

"Parte dos acionistas entendeu que a convocação para esta AGE não cumpriu o rito previsto nos estatutos, o que gerou a não deliberação", informou a Santo Antônio Energia em comunicado.

"Como a decisão do aporte cabe exclusivamente aos acionistas, a Santo Antônio Energia continua diligenciando o tema junto aos mesmos", acrescentou.

A assessoria do Consórcio Construtor Santo Antônio não pôde informar imediatamente se as obras na usina foram ou seriam paradas diante do ocorrido na AGE nesta quinta-feira.

A Santo Antônio Energia tem entre os acionistas Caixa FIP Amazônia Energia (20 por cento), SAAG Investimentos (12,4 por cento), Odebrecht Energia (18,6 por cento), Furnas (39 por cento) e Cemig Geração e Transmissão (10 por cento).

No início de setembro, a empresa recebeu aprovação para aporte de 850 milhões de reais para fazer frente a pagamentos no mercado de energia de curto prazo.

(Por Anna Flávia Rochas)