Oposição paquistanesa mantém pressão por renúncia de premiê

domingo, 28 de setembro de 2014 15:09 BRT
 

LAHORE Paquistão (Reuters) - O líder da oposição no Paquistão, Imran Khan, levou neste domingo campanha para derrubar Nawaz Sharif à base do premiê em Lahore, onde dezenas de milhares de pessoas protestavam pedindo mudança.

O Paquistão tem enfrentado desordem desde agosto, quando manifestantes liderados por Khan, um ex-astro do críquete, marcharam à capital e ocuparam uma área de edifícios do governo e embaixadas estrangeiras.

Na mais recente reviravolta, Khan organizou uma importante manifestação em Lahore, base política de Sharif, dizendo que os protestos continuarão no país até que seu governo renuncie.

"Nawaz Sharif deveria se apressar e renunciar enquanto eu acordo o Paquistão organizando protestos públicos", disse Khan a um público de até 100 mil pessoas na capital cultural do Paquistão.

"Estou grato aos Lahoris por seu imenso apoio. Os Lahoris não me abandonaram, e eu sempre apoiarei os Lahoris. Eu continuarei (o protesto) até que Nawaz Sharif renuncie", acrescentou.