EUA reduzem estoque de soja em 2013/14 apesar de safra maior, diz USDA

terça-feira, 30 de setembro de 2014 14:42 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - Os estoques de soja dos Estados Unidos ao final da temporada 2013/14 ficaram muito abaixo da expectativa do mercado, apesar de uma considerável revisão para cima no volume da última safra, mostraram dados do Departamento de Agricultura norte-americano (USDA) nesta terça-feira.

Os estoques de soja dos EUA em 1º de setembro somaram 91,96 milhões de bushels, ante 126 milhões de bushels previstos pelo mercado e contra 141 milhões um ano antes.

Os números indicam um uso entre junho e agosto de 313 milhões de bushels, alta de 6 por cento na comparação anual.

Ao mesmo tempo, os EUA acabam de começar a colheita de uma safra recorde de soja em 2014, de quase 4 bilhões de bushels, minimizando o impacto dos números altistas do relatório desta terça.

"O número da soja, isoladamente, sustenta preços... mas isso tudo é muito subjetivo ante o que está acontecendo com a colheita neste momento. Tudo que não estiver relacionado à colheita é assunto secundário neste momento", disse Jim Gerlach, presidente da A/C Trading.

O USDA também revisou para 3,358 bilhões de bushels sua estimativa para a safra de soja dos EUA em 2013, alta de 69,2 milhões de bushels ante relatório anterior.

Já a estimativa do USDA para a safra de trigo dos EUA ficou em linha com a expectativa do mercado, enquanto os estoques em 1 de setembro ficaram 2 por cento acima do projetado.

Na bolsa de Chicago, os futuros do milho e do trigo caíram após os dados de estoques acima das projeções de mercado, enquanto a soja reduziu perdas e chegou a subir. Mas posteriormente a oleaginosa voltou a operar em baixa.

"Há definitivamente um viés baixista no relatório. Os estoques finais ficaram na ponta superior da faixa de expectativas para o milho. O número dos estoques de trigo indica uso menor que o esperado", disse o analista Shawn McCambridge, da Jefferies Bache.

(Por Ros Krasny)