Projetos de CCR e Arteris são enquadrados para debêntures de infraestrutura

quarta-feira, 1 de outubro de 2014 08:42 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Ministério dos Transportes aprovou o enquadramento de projetos de investimento em infraestrutura propostos por concessionárias da CCR e da Arteris como prioritários para a emissão de debêntures incentivadas.

A decisão foi publicada em portarias da edição desta quarta-feira do Diário Oficial da União.

A RodoNorte Concessionária de Rodovias Integradas (CCR RodoNorte), controlada pela CCR, propôs projeto a ser implantado no Estado do Paraná que contempla a duplicação de trechos das rodovias BR 277 e BR 376, a implantação de um novo dispositivo de retorno no quilômetro 215 da PR 151, aquisições de veículos e manutenção de pavimentos.

Já a Intervias, da Arteris, tem projeto no Estado de São Paulo para duplicar trecho da rodovia SP 147 entre Mogi Mirim e Engenheiro Coelho, promover a segunda fase de obras do contorno rodoviário de Mogi Mirim e obras de trevos, passagens etc.

As debêntures de infraestrutura, também conhecidas como debêntures incentivadas, possuem incentivos fiscais e são usadas como fonte de financiamento de projetos.

(Por Priscila Jordão; Edição de Marcela Ayres)