Gastos com construção nos EUA têm queda inesperada em agosto

quarta-feira, 1 de outubro de 2014 11:23 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - Os gastos com construção nos Estados Unidos caíram inesperadamente em agosto, impactados por gastos privados mais fracos fora do setor de moradias e um recuo nos investimentos públicos.

Os gastos com construção caíram 0,8 por cento, para uma taxa anual de 960,96 bilhões de dólares, informou nesta quarta-feira o Departamento do Comércio, em um relatório que também revisou para baixo as estimativas de gastos para os dois meses antecedentes.

Economistas consultados pela Reuters esperavam um crescimento de 0,5 por cento nos gastos com construção em agosto.

A queda surpreendente foi causada em grande parte por uma retração de 1,4 por cento no dinheiro gasto em construções particulares não residenciais, embora as despesas tenham recuado modo generalizado. As quedas, no entanto, vieram após um mês no qual os gastos na maioria das categorias de construção haviam registrado fortes ganhos.

Os gastos privados com moradias caíram apenas 0,1 por cento em agosto, o que provavelmente não vai desancorar as expectativas de uma recuperações contínua do mercado imobiliário.

(Por Jason Lange)