Unidade da Glencore suspende projetos de cobre na Zâmbia por disputa tributária

quarta-feira, 1 de outubro de 2014 12:02 BRT
 

LUSAKA (Reuters) - A Mopani Copper Mines, subsidiária da Glencore, suspendeu parte de seus planejados projetos de 800 milhões de dólares de mineração de cobre na Zâmbia após o governo reter 200 milhões de dólares em restituições tributárias, disse a companhia nesta quarta-feira.

O segundo maior produtor de cobre da África está retendo um total de 600 milhões de dólares de reembolsos de imposto sobre valor agregado devido a empresas mineradoras e devolverá o dinheiro somente quando as companhias apresentarem certificados de importações dos países de destino, disse o ministro das Minas em junho.

"Gostaria de expressar minha consternação e angústia de que a contínua retenção de nossos reembolsos no valor de 200 milhões de dólares pode nos forçar a frear o progresso destes projetos", disse o presidente-executivo da Mopani, Danny Callow, em comunicado.

"Devo mencionar que alguns destes projetos foram suspensos deste então devido a limitações financeiras, e que estes projetos suspensos terão um grande impacto futuro em nossa meta de aumentar a produção de cobre em mais de 50 por cento", acrescentou ele.

Callow disse que é possível que haja o corte de 20 mil funcionários, caso a companhia não consiga atingir suas metas de crescimento.

(Por Chris Mfula)