Crescimento da indústria dos EUA desacelera mas contratação privada aumenta

quarta-feira, 1 de outubro de 2014 13:47 BRT
 

Por Jason Lange

WASHINGTON (Reuters) - O crescimento do setor industrial dos Estados Unidos desacelerou mais que o esperado em setembro mesmo com aceleração do aumento das vagas no setor privado, sinais de uma expansão irregular na economia norte-americana.

O Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, na sigla em inglês) informou nesta quarta-feira que seu índice nacional de atividade da indústria recuou para 56,6 em setembro, o menor nível desde junho. Leituras acima de 50 indicam expansão.

Analistas têm alertado que as fábricas dos EUA podem sentir o peso da demanda fraca na economia global e da recente força do dólar, e os dados do ISM podem ser um indício disto.

Ainda assim, o crescimento do setor industrial norte-americano continua historicamente forte e a economia mais ampla parece ter passado para um nível mais forte.

O relatório de emprego da ADP mostrou que as empresas privadas norte-americanas contrataram 213 mil funcionários em setembro, ligeiramente acima das expectativas de economistas.

"Ainda parece que o crescimento geral do Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre foi de cerca de 3,5 por cento", disse o economista da Capital Economics Paul Dale.

A desaceleração do crescimento no setor industrial dos EUA no mês passado segue uma leitura de agosto que havia sido a mais forte desde março de 2011, levando alguns analistas a minimizarem a importância da leitura de setembro.

"Ainda é uma leitura muito forte em padrões históricos", disse o economista da Pantheon Macroeconomics Ian Shepherdson.   Continuação...