IPC-Fipe desacelera alta a 0,21% em setembro

quinta-feira, 2 de outubro de 2014 07:26 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo terminou setembro com avanço de 0,21 por cento, depois de fechar agosto com alta de 0,34 por cento, pressionado pela alta dos preços de Alimentação.

O resultado ficou acima da expectativa em pesquisa da Reuters de alta de 0,11 por cento. Na terceira quadrissemana de setembro, o índice teve alta de 0,11 por cento.

De acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta quinta-feira, o maior peso em setembro foi exercido pelo grupo Alimentação, de 0,1641 ponto percentual, com alta de 0,72 por cento após deflação de 0,43 por cento em agosto.

Por outro lado, os preços de Habitação recuaram 0,22 por cento em setembro, com peso de -0,0666 no índice do mês.

A divulgação do IPC-Fipe referente à primeira quadrissemana de outubro será em 9 de outubro.

Com a inflação oficial rondando há meses o teto da meta do governo, o Banco Central reduziu ligeiramente sua projeção para o IPCA este ano para uma alta de 6,3 por cento pelo cenário de referência, ante 6,4 por cento.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

(Por Camila Moreira)