Preços ao produtor na zona do euro recuam novamente em agosto

quinta-feira, 2 de outubro de 2014 08:33 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - Os preços ao produtor na zona do euro caíram ligeiramente menos do que o esperado em agosto, com alta do custo de maquinário pesado, mas ainda destacam a necessidade de mais ação da zona do euro e do Banco Central Europeu (BCE) para sustentar a economia do bloco.

Os preços nos portões das fábricas de 18 países que adotam o euro recuaram 0,1 por cento sobre julho, informou nesta quinta-feira a Eurostat, agência oficial de estatísticas da União Europeia, pressionados pela queda dos custos de energia devido aos preços do petróleo.

Economistas consultados pela Reuters projetavam recuo de 0,2 por cento.

A queda de agosto dos preços ao produtor faz parte do problema mais amplo da zona do euro com as pressões deflacionárias. Em todo o ano, houve alta dos preços apenas em junho. Em julho, os preços ao produtor tiveram deflação de 0,2 por cento.

Na comparação anual, os preços caíram 1,4 por cento em agosto, maior queda desde março, quando recuaram 1,7 por cento.

(Reportagem de Robin Emmott)