Brent bate mínima de 27 meses com aumento da oferta global

quinta-feira, 2 de outubro de 2014 09:20 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O petróleo Brent caiu mais de 2 dólares por barril nesta quinta-feira, tocando seu menor patamar desde junho de 2012, abaixo de 92 dólares, com os cortes de preços realizados pela Arábia Saudita aumentando as preocupações com um excedente de oferta em um momento de divulgação de dados fracos sobre a economia global.

Fortes cortes nos preços oficiais de venda de petróleo pela estatal saudita Saudi Aramco para clientes asiáticos na quarta-feira sinalizaram fortemente que o maior exportador global da commodity está tentando competir por fatia no mercado.

"Isso é uma mudança estrutural no mercado de petróleo, com a Arábia Saudita explicitamente dizendo que está disposta a competir por preço", disse Bjarne Schieldrop, analista-chefe de commodities no SEB, em Oslo.

"Acredito que o Brent irá cair abaixo de 88 dólares antes de ver um piso para o mercado", acrescentou.

O Brent com entrega para novembro tinha perdas de 1,85 dólar, a 92,34 dólares por barril às 9h (horário de Brasília), após tocar mínima de 91,55 dólares, menor patamar desde junho de 2012.

Já o petróleo nos EUA perdia 1,47 dólar, a 89.26 dólares, após atingir mínima de 88,18 dólares, menor cotação desde abril de 2013.

O petróleo recuou acompanhando também as bolsas europeia, em dia de reunião do Banco Central Europeu, com investidores aguardando para ver se um plano do presidente do banco, Mario Draghi, pode injetar confiança na zona do euro.

(Por Libby George e Sam Wilkin)