Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem e indicam força do mercado de trabalho

quinta-feira, 2 de outubro de 2014 09:43 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - O número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego recuou inesperadamente na semana passada, sugerindo que o mercado de trabalho nos Estados Unidos pode estar se fortalecendo.

O número de novos pedidos recuou em 8 mil na semana encerrada em 27 de setembro, para 287 mil, segundo números ajustados sazonalmente, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira.

Os dados da semana anterior foram revisados para mostrar 2 mil pedidos a mais do que o divulgado anteriormente.

Economistas consultados pela Reuters estimavam que o número de pedidos cresceria para 297 mil na semana passada.

A média móvel de quatro semanas, considerada uma medida melhor das tendências do mercado de trabalho já que atenua a volatilidade semanal, recuou em 4,25 mil, para 294,75 mil.

(Reportagem de Jason Lange)