Peugeot negocia venda de motores após fim de parcerias com BMW e Ford

quinta-feira, 2 de outubro de 2014 16:52 BRT
 

PARIS (Reuters) - A PSA Peugeot Citroën está negociando com potenciais clientes a venda de um excedente previsto de motores, após a BMW e a Ford terem parado de usar motores desenvolvidos em conjunto com a montadora francesa, disse um executivo graduado nesta quinta-feira.

A Peugeot, baseada em Paris, está em contato com pelo menos três possíveis clientes sobre motores à gasolina de 1,6 litro produzidos para a BMW e outros maiores a diesel para a Ford em Tremery, no leste da França, disse o chefe da unidade de motores e transmissão Christian Chapelle, à Reuters.

"A PSA ainda tem o direito de vender esses motores e há muitas pessoas que estão interessadas", disse Chapelle em uma entrevista no salão de automóveis em Paris, sem dar outros detalhes.

Com o novo presidente-executivo, Carlos Tavares, a Peugeot está se recuperando de uma queda de vendas de carros na Europa, na qual perdeu mais de 7,3 bilhões de euros (9,3 bilhões de dólares) em dois anos e recebeu sucessivos resgates do governo francês.

O fim de seu acordo com a BMW e a cooperação reduzida com Ford têm levantado dúvidas sobre a capacidade da Peugeot de financiar o desenvolvimento individual de novos motores para substituir sua coleção atual, em conformidade com normas de emissões cada vez mais rigorosas.

A renovação do desenvolvimento e fabricação de futuros motores a diesel com a Ford não foram descartadas, disse Chapelle.

(Por Gilles Guillaume)