Goldman pondera criação de novo fundo de infraestrutura

sexta-feira, 3 de outubro de 2014 09:46 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O Goldman Sachs está considerando levantar um novo fundo de infraestrutura, segundo três pessoas familiarizadas com o assunto, mesmo enquanto regulações nos Estados Unidos ameaçam reduzir seus lucros com tais empreitadas.

Os planos do banco são experimentais e estão nos estágios iniciais, sendo que atualmente não há um processo de captação de recursos ou um tamanho-alvo para o fundo, alertaram as fontes. O Goldman Sachs não quis comentar.

Quando o Goldman levantou um fundo de infraestrutura pela última vez, em 2010, a companhia encontrou demanda morna. Como aquele, o fundo que está sendo estudado agora teria foco global com mandato para comprar uma variedade de ativos de infraestrutura, como aeroportos, redes de transmissão de energia e estradas com pedágios.

Sob uma regulação federal dos EUA conhecida como "Volcker Rule", parte do ato de reforma financeira Dodd-Frank de 2010, um banco não pode deter mais de 3 por cento de um fundo de infraestrutura ou qualquer outro fundo da categoria de private equity. A regulação tem como objetivo limitar as apostas de bancos em ativos de risco.

No entanto, há uma brecha na regra. Um banco pode gastar o quanto quiser de dinheiro próprio para comprar ativos de infraestrutura como estradas e aeroportos, ou investir nos tipos de ativos corporativos controlados por firmas de private equity, desde que não use um fundo que inclua investidores externos.

O banco reluta em usar essa brecha para ativos de infraestrutura, pois os retornos potenciais são normalmente apenas a metade dos 18 a 20 por cento que pode conseguir com investimentos em private equity. O banco receberá uma taxa de administração e provavelmente uma fatia de 20 por cento dos lucros do fundo, mas não ganhará muitas receitas adicionais dado o limite de 3 por cento em seu investimento.

O Goldman Sachs está ponderando sobre seu próximo fundo de infraestrutura agora em parte pois seu segundo e mais recente fundo do tipo, levantado antes da regra Volcker em 2010, investiu cerca de 65 por cento do capital disponível, disse uma das fontes. Gestores de investimentos alternativos como fundos de infraestrutura normalmente começam a criar um novo veículo quando o fundo anterior já está cerca de 75 por cento investido.

(Por Greg Roumeliotis)