Plantio de soja no país avança mais devagar por chuvas no Paraná, diz AgRural

segunda-feira, 6 de outubro de 2014 11:06 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O plantio da safra de soja 2014/15 avançou pouco nos últimos dias devido ao excesso de chuva no Sul e à irregularidade das precipitações no Centro-Oeste, disse nesta segunda-feira a consultoria AgRural.

O avançou foi de apenas um ponto percentual no último período, com a semeadura cobrindo 3 por cento da área total estimada até a última sexta-feira, contra 2 por cento na semana anterior.

Há um ano, o plantio também estava em 3 por cento da área, com a média de cinco anos em 4 por cento.

"No Paraná, onde até a semana passada o plantio estava adiantado em relação a 2013, os grandes volumes de chuva registrados nesta semana impediram a entrada das máquinas em praticamente todo o Estado", disse a AgRural em relatório semanal.

O plantio no Paraná evoluiu apenas 1 ponto percentual na última semana, chegando a 8 por cento, abaixo dos 10 por cento nesta mesma época do ano passado.

No oeste paranaense, deve ocorrer replantio em casos pontuais, disse a consultoria.

Em Mato Grosso, que lidera o cultivo de grãos junto com o Paraná, as chuvas têm sido esparsas e os trabalhos seguem apenas em talhões com boa umidade, na avaliação da AgRural. Mesmo assim, disse a consultoria, o plantio chegou a 5 por cento da área total projetada, acima dos 3 por cento do mesmo estágio da safra passada.

Na semana passada, Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) indicou que a área plantada no Estado atingiu cerca de 400 mil hectares, ou 4,5 por cento da estimativa total da safra, contra cerca de 150 mil hectares, ou 1,7 por cento, na semana anterior.[nL2N0RY194]

(Por Gustavo Bonato)

 
Plantação de soja no Mato Grosso. REUTERS/Paulo Whitaker