Dois executivos da unidade britânica do HSBC sairão devido a novas regras, diz fonte

terça-feira, 7 de outubro de 2014 12:55 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Dois diretores do negócio britânico do HSBC vão deixar o banco por estarem insatisfeitos com novas regras que podem acarretar em sentenças de prisão para banqueiros seniores, disse uma fonte familiarizada com o assunto.

Alan Thomson, membro dos comitês de auditoria e risco do HSBC Bank, ofereceu sua renúncia ao banco e John Trueman, vice-chairman do HSBC Bank, está perto de renunciar, disse a fonte.

A Sky News relatou nesta terça-feira que as prováveis saídas de ambos eram consequências diretas de novas propostas para fortalecer a responsabilidade por parte de banqueiros seniores.

O banco central da Inglaterra deu início a uma consulta sobre uma supervisão mais dura de altos executivos do setor, conhecido como Regime de Pessoas Seniores, como solicitado por uma comissão parlamentar sobre padrões bancários.

O novo regime inclui poderes para prender banqueiros por até sete anos por conduta imprudente. Banqueiros seniores teriam de provar a reguladores de que não tinham ciência ou que tinham desafiado comportamentos duvidosos quando existiram.

(Por Matt Scuffham)