Mantega diz que previsão do FMI para crescimento do Brasil é pessimista

terça-feira, 7 de outubro de 2014 16:15 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, classificou nesta terça-feira como "um pouco pessimista" a previsão do Fundo Monetário Internacional (FMI) de que a economia brasileira crescerá apenas 0,3 por cento neste ano e voltou a culpar o cenário externo pelo baixo crescimento do país.

Mantega disse que diferentemente do que disse o FMI, fatores externos predominam para explicar a situação da economia brasileira. A previsão do Ministério da Fazenda é que o Produto Interno Bruto (PIB) suba 0,9 por cento este ano.

O FMI, em seu relatório "Perspectiva Econômica Global" divulgado nesta terça-feira, disse que a fraca competitividade, baixa confiança empresarial e condições financeiras mais apertadas contribuíram para o desempeno fraco da economia brasileira.

O ministro disse ainda que parte da desaceleração da economia brasileira, que entrou em recessão técnica no primeiro semestre, se deve à falta de crédito resultante da política monetária contracionista adotada para controlar a inflação. E previu que o país teve "um bom crescimento" no terceiro trimestre.

(Por Luciana Otoni e Cesar Bianconi)