Arábia Saudita diz à Opep que elevou produção apesar de preços em queda

sexta-feira, 10 de outubro de 2014 09:20 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A Arábia Saudita, o maior exportador de petróleo do mundo, revelou à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) que aumentou em 100 mil barris por dia (bpd) a produção de petróleo em setembro, acrescentando sinais que sugerem que ainda deve responder a uma queda de preços bem abaixo de 100 dólares por barril reduzindo o bombeamento.

Em um relatório mensal divulgado nesta sexta-feira, a Opep disse que a Arábia Saudita relatou em setembro produção de 9,704 milhões de barris por dia, em comparação com 9,597 milhões em agosto.

A situação poderia indicar que o reino saudita está olhando para defender sua participação de mercado, ao invés de preços.

O petróleo Brent caiu em setembro abaixo de 100 dólares o barril, piso endossado pela Arábia Saudita, pela primeira vez em 14 meses. Nesta manhã de sexta-feira, já operava abaixo de 90 dólares, o menor nível desde 2010.

A organização afirmou que uma queda de mais de 20 dólares por barril desde o final de junho reflete uma fraca demanda e uma ampla oferta, mas ecoou avaliação de alguns membros do Golfo Pérsico dizendo que um inverno no hemisfério norte poderia reaquecer o mercado.

No relatório, a Opep manteve inalterada a sua previsão para o crescimento da demanda mundial de petróleo e ainda espera uma aceleração no consumo em 2015.

A Opep se reúne em 27 de novembro, em Viena, para determinar a política de produção para o início de 2015.

(Reportagem de Alex Lawler)