10 de Outubro de 2014 / às 12:48 / em 3 anos

GPA eleva receita no 3o tri com ajuda de Cdiscount, Via Varejo tem fraco desempenho

SÃO PAULO (Reuters) - O Grupo Pão de Açúcar, maior varejista do Brasil, viu a receita líquida avançar 10,9 por cento no terceiro trimestre sobre igual período do ano passado, a 15,6 bilhões de reais, beneficiado principalmente pela integração da CDiscount no seu balanço.

Até o trimestre anterior, as operações de comércio eletrônico da companhia resumiam-se às atividades da controlada Nova Pontocom, dona dos sites do Extra, Casas Bahia e Pontofrio.

Agora, o GPA passa a considerar os números da Cnova, companhia que combina a Nova Pontocom com os endereços online da Cdiscount, do controlador francês Casino, em países como França, Colômbia, Tailândia e Vietnã.

Excluído o efeito da consolidação da Cdiscount, a receita líquida total do GPA teria crescido 5,7 por cento no período.

As vendas líquidas consolidadas em mesmas lojas, que consideram apenas os pontos abertos há mais de um ano, subiram 3 por cento entre julho e setembro, bem abaixo do avanço de 9,5 por cento registrado no trimestre anterior.

“O trimestre foi impactado pela forte base de comparação com o terceiro trimestre de 2013, que apresentou crescimento de 11,8 por cento nas vendas ‘mesmas lojas’ e pelo cenário macroeconômico que afetou principalmente o desempenho de não alimentos”, disse o GPA.

A receita líquida da Via Varejo, empresa de móveis e eletrodomésticos do grupo, subiu apenas 0,7 por cento no terceiro trimestre, a 5,3 bilhões de reais, impactada, segundo o GPA, por um julho fraco em função da Copa do Mundo e pela desaceleração do consumo nas semanas subsquentes ao torneio.

As vendas em mesmas lojas da Via Varejo ficaram praticamente estáveis sobre um ano antes, com aumento de 0,2 por cento.

Segundo o GPA, sem o impacto das 32 lojas da Via Varejo fechadas no segundo trimestre em atendimento à determinação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para aprovação da união entre Casas Bahia e Pontofrio, o crescimento da receita líquida no terceiro trimestre teria sido de 2,3 por cento.

Já na divisão alimentar, o avanço de 6,2 por cento das vendas líquidas na comparação anual foi inteiramente puxado pelo Assaí, bandeira de atacarejo do grupo.

Enquanto o faturamento líquido do Assaí cresceu 31,2 por cento no terceiro trimestre, a 2,1 bilhões de reais, a divisão de multivarejo, que engloba as bandeiras Extra e Pão de Açúcar, mostrou leve recuo de 0,3 por cento na mesma linha, a 6,2 bilhões de reais.

Juntos, multivarejo e Assaí mostraram aumento de 0,6 por cento nas vendas em unidades abertas há mais de 12 meses no terceiro trimestre, em resultado afetado principalmente pela venda de duráveis nos hipermercados, disse a companhia.

No terceiro trimestre, o GPA acelerou sua expansão orgânica com a inauguração de 50 lojas. No formato de supermercado de proximidade, foram 31 unidades do Minimercado Extra e duas do Minuto Pão de Açúcar. O GPA abriu duas lojas do Assaí no período, além de 15 da Via Varejo, sendo 11 Casas Bahia e quatro Pontofrio.

Por Marcela Ayres

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below